Já estamos trabalhando para a próxima edição do festival.

TAMBORES CHARRUAS - Abriram o PercPOA 2010

 
 A abertura do PERCPOA 2010 foi marcada por grande emoção ao recebermos pela primeira vez os TAMBORES DA TRIBO CHARRUA com o vice-cacique Sérgio Senake que pela primeira vez trouxe os tambores para fora da tribo e seus processos rituais.

 A dança ritual de abertura.



  Tivemos a palavra da Cacique Acuabê que fez um discurso emocionante falando do sofrimento de seu povo quase extinto. Os indios cavaleiros charruas marcaram época no Rio Grande do Sul como muito valentes e destemidos, sábios e de fortes traços sulistas.
 
 O Ecologista Raul Selva fala sobre seu tema "A Terra de todos"
 

 Apreciando os tambores Mestre Batuta de Ouro: Gersy Saraiva

A TANAJURA foi um sucesso! Nilo Cruz, Luiz Jakka e Mario Pirata

 Foto gentilmente cedida pela amiga Carolina Borges.

 Luiz Jakka experimenta a Tanajura.

 Momento poesia de Mario Pirata ( Coord. do PortoPoesia ).







Nilo Cruz mostra a versatilidade do instrumento por ele criado!

Filme "O Grande Tambor" teve sua extréia no PercPOA



Filme "Grande Tambor" teaser 1 - Coletivo Catarse ( Sergio Valentin e Gustavo Turks ) teve sua extréia dentro do festival PERCPOA 2010 com seção de debates. Não perca!


NOITE DE GALA NO PERCPOA 2010 !!!!




 Troféus "Batutas de Ouro" e "Mensão Honrosa"

 feitos especialmente para o PERCPOA com muito orgulho e amor por Marcos Valcareggi.

 Instrumento musical Tanajura - a "Bateria de Colo" 
da Rozini Instrumentos Musicais de SP
junto com os Troféus 2010, foram entregues por Nilo Cruz seu criador aos batutas: Paulo Romeu e De Santana.





 Respectivante o "Batuta de Ouro 2006" 
mestre griot Paraqueda entregou-lhes os 
Troféus de Batutas 2010.



 Ainda foram entregues das mãos do Patrono do Evento - mestre Walter Borel - os prêmios de 
mensão honrosa a três personalidades ilustres: 
Zé da Terreira ( Resitência Cultural ), Esdras Bedai (Intercâmbio Cultural ) e Marcos Valcareggi 
( Projeto Social - Grupo Cultural Areal da Baronesa do Futuro ).










 O músico e produtor Elojac - Diretor Executivo do PERCPOA 2010, representando a todos e a A Produtora e a Preto Produtora, entregou o prêmio máximo oferecido por todos ao Patrono do Evento deste ano  o
mestre griot Walter Calixto Borel.

PATRONO DO EVENTO 2010 - Mestre Walter Borel

Mestre Borel sempre acompanhado por seu filho "Pingo".


Um dos maiores expoentes no estudo da matriz africana no sul do Brasil. Mestre Walter Calixto Borel  - Africanólogo e Griot - Reside no bairro Restinga arredores de Porto Alegre. Alabê dotado de um dom único e profundo conhecedor da história, usos, rítmos e costumes  referente  a  etnia africana. Publicou um livro recentemente chamado: "Ago Iê: Vamos falar dos Orishas ". Contato para eventos com Pingo: 51.97391946.

Projeto NAÇÃO PERIFÉRICA - FINAL DO PERCPOA 2010


Projeto Nação Periférica - Projeto social criado em 2007 existente na cidade de Alvorada RS, onde disponibiliza aulas de percussão, teatro e flauta doce para jovens na faixa etária entre 7 à 24 anos.

Coordenação: Jonathas da Silva Conceição ( Show Silva ), Willian Rosa de Moraes ( Mestre Will ) e Marizette Castagna ( Mary). 

Apresentação para o PERCPOA 2010 do Grupo Afro SOM ( Grupo Feminino de Percussão ) e Grupo NP ( Grupo Masculino ) SHOW DOS TAMBORES ILUMINADOS. Representante: Haudry Castagna - Contatos Email.: nacaoperiferica@gmail.com

Tema poético presente no PERCPOA 2010

 Raul Selva e ao fundo Nilo Cruz na Rádio UFRGS.
 
 
REPERCUSSÃO



Sou um
dos PLANETAS.

Meu nome é
... T E R R A !

Já ressuscitei
do viver, ‘gelada’ !

Agora ... ah ah !
já sinto até ‘calor’.

Preciso de Auxílio!
Busco - Proteção.

Quero ... Ar puro
e Árvores em pé!

Muita sombra e
Água ... Limpa!

Pulsa em Meu
Corpo aquele Vulcão
e imito em vozeirão
o grito do Trovão

Ajudem-me ! ... neste
retumbante ECO;
Sou ‘A CASA DE TODOS’.


Autor: RAUL SELVA
Ecologista

PROGRAMAÇÃO 2010

 PercPoa'2010
Festival de Percussão de Porto Alegre



P r o g r a m a ç ã o :

Expositores 
Feira de trocas, produtos e serviços.



Dia 03.12_Sexta 
@Teatro de Câmara Tulio Piva_POA
Entrada Franca

17h_Oficina de Percussão com Nilo Cruz
Tanajura - Bateria de Colo

Local: Tulio Piva
vagas limitadas*


20h_Abertura do Evento
Tambores dos Povos Charrua 
Sérgio Senake 


Seminário Consciência dos Tambores - Painéis

Giba Giba_Músico
"Pensamento Fora da Pauta. Era, tinha e foi."
 
Éverton Miranda_Sbacem
Soc. Bras. Autores e Compositores 
de Música do RS.
"Obras e Direitos Autorais."

Walter Borel_Africanólogo
" Agô Iê - Vamos falar dos Orixás"
 
Luiz Jakka_Músico e Educador
"Percuteria: um novo conceito."

Marcos Valcareggi_Representante de 
Instrumentos Musicais.
"Quatro gerações de história 
na fabricação instrumentos musicais 
de qualidade em Porto Alegre."

Paulinho do Areal_Educador Social
"Projeto Social do Grupo Cultural 
Areal da Baronesa do Futuro."

Raul Selva_Ecologista
"Eco: A casa de Todos."  

Mediação: Zé Evandro 

Encerramento



Dia 04.12_Sábado
@Teatro de Câmara Túlio Piva
Entrada Franca 


14h_Oficina de Percussão com Nilo Cruz
Local: Afro Sul-Odomodê 
vagas limitadas*


16h_Oficina de Maracatú 
com Ismael de Oliveira
Local:Parque da Redenção - Espaço Europeu **

20h_Exibição comentada do Filme: 

"O Grande Tambor"
(Gustavo Turks e Sérgio Valentin) 
Realização: Coletivo Catarse 

21h_Exibição do Filme:
 
"PercPOA 2006 - Tambores para a Juventude"
Realização: Acervo Independente

Confraternização de encerramentodo dia.



Dia 05.12_Domingo
@Teatro de Câmara Túlio Piva_POA
Entrada Franca

17h_Oficina de Percussão com Nilo Cruz
        Tanajura - Bateria de Colo
Local: Tulio Piva
vagas limitadas*

20h_Grande Show Coletivo e Premiação
      
Paulo Romeu
Mestre Paraqueda
Serrote Preto
Maracatú Truvão
Mestre Giba Giba
Esdras Bedai
Mestre Walter Borel
Odomodê Tambor
Mestre Gersy Saraiva
Zé da Terreira
Areal da Baronesa do Futuro
Luiz Jakka
Fernando do Ó
Bataclã FC
De Santana
Turucutá Batucada Coletiva
e muito mais convidados...
 
P r e m i a ç ã o :

Walter Borel_Patrono do Evento 2010


Mestres Batutas de Ouro 2010:

Fernando do Ó
Paulo Romeu
De Santana

Menção Honrosa 2010:

  
Zé da Terreira_Resistência Cultural
Esdras Bedai_Intercâmbio Cultural
Marcos Valcareggi_Projeto Social


Grande encerramento com o já tradicional encontro:
" Caminhada dos Tambores 
na Cidade Baixa "


*Inscrições para as oficinas: 
Comparecer com uma hora de antecedência nos locais divulgados. 
Informações 51.9112-1226 "

** Se chover a oficina de Maracatu acontece
no Teatro de Cãmara Tulio Piva




Maiores Informações: 
htpp://percpoa.blogspot.com

Divulgação Oficial
Assessoria de Imprensa:
Simone Lersch (51) 3029-6390 / 9803-4420


Realização:
A&Preto Produtoras Associadas.

        

ROZINI TANAJURA MAIS NOVO PARCEIRO, PRESENÇA MARCANTE NO PERCPOA2010

Aprovado pelos músicos que visitaram nosso estande na última ExpoMusic, o TANAJURA é o mais novo lançamento da ROZINI.

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. O que podemos dizer então de um vídeo?! Este é o nosso convite:
    
Neste vídeo, através de seu próprio criador, Nilo Cruz, aprenda como tocar o TANAJURA e conheça algumas de suas inesgotáveis possibilidades de encaixá-lo em seu estilo musical.
Fabricado e distribuido pela ROZINI, o TANAJURA já está disponível nas melhores lojas de instrumentos musicais do Brasil.
Descubra, conheça, toque e se surpreenda com o TANAJURA que estará em exposição e terá workshop de demontração para os músicos no PERCPOA 2010!

DOCUMENTÁRIO - PERCPOA 2006


Momento único filmado no final do evento com os tambores ocupando as ruas de Porto Alegre. Confira!

PRÊMIO: " DESTAQUES BATUTAS DE OURO "


BATUTAS DE OURO
PERCPOA_2006

Prêmio de reconhecimento apersonalidades 
que se destacaram
na preservação e propagação 
dos rítmos brasileiros.



Mestre "Gery Saraiva" 
( Bateria e Percussão )

Mestre "Paraqueda"  
( Compositor e Griot )

Mestre "Giba Giba" 
( Ritmos AfroBrasileiros )



MENÇÃO HONROSA
PERCPOA_2006

Prêmio por serviços prestados à cultura,
ao fomentoe à valorização humana.



Mestre " Walter Borel " 
( Preservação Cultural )
Sr. Pedro Diogo_Coord. Banda Saldanha 
( Destaque Cultural )
Sra. Iara Deodoro_Coord.Afrosul/Odomode 
( Destaque Comunitário )
Projeto TIM nas Escolas_Escola Aberta 
( Projeto Social )

Estilo Polirrítmico de Gersy Saraiva

ENTREVISTA REALIZADA EM 2007 PELA PORTOWEB TAMBOR SITE PARCEIRO DO PERCPOA.

Gersy Saraiva, natural de São Leopoldo, é baterista e percussionista, com muitas histórias pra contar em seus mais de 50 anos de carreira. Fã confesso dos gêneros jazz, bossa-nova e samba, Saraiva exercita uma polirritmia irreverente ao tocar bateria, sobrepondo até quatro divisões distintas em um mesmo andamento. Grandes nomes da MPB, como Elis Regina, até feras do jazz, como o trompetista norte-americano Dizzy Gillespie, já provaram a sensação de ter Gersy Saraiva em sua cozinha*. Na manhã de 24 de abril, dia do Chimarrão, o PortoWeb recebeu o baterista gaúcho para esta entrevista exclusiva.


PW - Como começou tua carreira?
Eu era menino, tinha 12 anos, e estudava lá em São Leopoldo quando me convidaram para integrar a Escola Tamboreiros, no grupo elementar. Foi lá que comecei a minha vida musical. Desde então, eu não parei mais. Fui músico da banda da Aeronáutica do Rio Grande do Sul até dar baixa. Depois toquei muito tempo em bailes e também em orquestras. Até os 23 anos eu era percussionista. Tornei-me baterista depois, quando meu irmão montou a orquestra Saraiva & Araújo, e eu passei a ser o substituto dele nas folgas. Dia após dia fui me dedicando à bateria, principalmente no jazz. Tive também a oportunidade de passar um tempo em Buenos Aires, e lá montei um trio: eu na bateria, Cidinho no piano e Gravatinha no contrabaixo. Voltei para o Brasil e comecei a tocar com o Itamoni Show, de Caxias do Sul, por sete anos.

PW - Quais são as tuas influências? Max Roach, Jack De Johnette, Louis Belson, Bill Evans, e atualmente, Tony Williams. Dos brasileiros, o Airto Moreira e o Edson Machado são os que me influenciaram.

PW – Qual é o teu estilo?
Eu me baseio sempre na linha moderna do jazz, que influenciou muito a bossa-nova e que fez evoluir o nosso samba.

PW- O que toca no aparelho de som de Gersy Saraiva?
Jazz. Muito jazz, bossa-nova e samba.

PW - Como tu vês hoje o cenário musical brasileiro? E a cena musical de Porto Alegre?
Não é muito bom não. O povo brasileiro não dá muito valor ao seu artista. Ele acaba sendo valorizado lá no exterior. Basta dizer que alguns dos melhores cantores e músicos vivem hoje nos EUA e na Europa, ou ficam lá por um grande período, pois é lá que são reconhecidos. Eu acho que aqui no sul tem muito preconceito. Preconceito musical, social, então a música aqui no sul não é tão valorizada, a não ser a música tradicional. Mas é bom lembrar que mesmo o ritmo folclórico gaúcho foi herdado do estrangeiro.

PW – Para que lugares já viajastes com tua bateria? 
Toquei em todo Rio Grande do Sul, no Rio de Janeiro, em São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Toquei nos programas da TV Tupi, no Show do Golias. E toquei na Argentina, em mais de 20 cidades durante uma turnê.

PW - Quais os momentos mais marcantes da tua carreira? 
Marcante foi com a Orquestra do Ernani Marino. Macedinho ficou de maestro da orquestra, e ele foi fazer um carnaval na Argentina, em Rosário Central. Então, fui eu de baterista. Na hora em que eu estava tocando com a orquestra, o Macedinho deixou uma deixa pra mim na batera, e eu comecei a fazer o solo para mais de cinco mil pessoas. Toquei também com Pedrinho Mattar, com Moacir Pechato e com o Maestro Karl Faust. Também me marcou ter tocado, nos anos 90, com Almir Guineto. No final do show ele veio me agradecer por ter tocado de forma brilhante, e disse que se não fosse eu, a banda estaria arrasada. Toquei também com a Elis Regina, na Rádio Gaúcha, no programa do Maurício Sirotsky. Nessas apresentações, que eram no Cine Castelo, eu tocava com a Orquestra de Karl Faust.

PW –  O que você faz hoje profissionalmente?
Eu organizo e participo de workshops. Procuro sempre locais estratégicos como o Teatro de Câmara, entre outros pontos de Porto Alegre. Também participei do PercPoa** no final de 2006.

PW – E os amigos que fizestes ao longo da carreira? 
Eu revelei Nenê, o Mutinho, meu sobrinho Jahmay e meu filho Ricardo “Pinote”. Quanto à música, acho que criei a polirritmia, que é utilizar quatro divisões diferentes em um único andamento. É uma técnica que construí e se tem outro músico que faça isso, eu pelo menos não conheço. Quanto aos amigos que fiz na carreira, cito Almir Stock, Rubinho, Nilton Baraldo, que tocava com a Ângela Maria, Luis Eça, Maestro Garoto, e Herbert Gehr entre outros.

PW – Tens projetos? 
Eu pretendo montar um conjunto de jazz, Bossa-Nova e samba.

PW - O que ainda falta realizar?
Ser mais valorizado como músico pelos brasileiros. Pra mim essa entrevista já é um grande passo.

PW - E se não fosses músico, o que serias? 
Seria engenheiro. A casa que eu moro é de madeira e estava caindo aos pedaços. Daí eu mesmo consegui fazer uma casa. Estou muito satisfeito de estar morando em uma casa que eu fiz, é uma sensação única. Sou meio autodidata.
* Jargão musical para bateria ou percussão.
** Festival de Percussão Gaúcha, apoiado pelo PortoWeb.

Oficinas: Maracatu TRUVÃO na Redenção_POA

Show Coletivo: BataclaFC _ Sandro Gravador

GRANDES PERSONALIDADES DO EVENTO EM 2006


Zé da Terreira - Músico, ator, compositor, baluarte e grande sambista de  Porto Alegre. Um dos fundadores do grupo Oi Nóis Aqui Traveis - Terreira da Tribo na decada de 70. Participou da montagem original do musical "Hair" no RJ. Lançou disco de grande repercussão pelo FUMPROARTE denominado " QUEM TEM BOCA É PRÁ CANTAR".


 
Mestre Giba Giba - Cidadão hemérito de Porto Alegre. Natural de pelotas é um dos maiores nomes da cultura Afro do RS tendo gravado inumeros trabalhos e reconhecido nacionalmente por sua história. Giba GIba é também fundador do CABOBÚ, importante festival afro da cidade de Pelotas, além de ser o patrono do Evento. Recebeu o Prêmio Batuta de Ouro PercPoa.


 
Mestre Walter Borel - Africanólogo, tamboreiro reconhecido mundialmente por suas pesquisas rítmicas e domínio do  idioma Yorubá. Um dos maiores conhecedores dos pontos e cânticos religiosos Afro-brasileiros. Recentemente lançou o Livro "Agô Iê - Vamos falar dos Orixás".Recebeu o prêmio de destaque na primeira edição do evento.   



Serrote Preto - Grupo de destaque na cena cultural sulista. Foi uma das atrações principais de todas edições do Fórum Social Mundial. Possui projetos sociais em escolas e centros comunitários. Este ano lançou seu segundo disco " MISTURA DE CRENÇAS" realizando tourne. Hoje com dez anos e mais de dois mil shows.


  
Maracatu Truvão - O grupo tem se destacado em inúmeras atividades, sendo uma das atrações principais do Prêmio Açorianos de Música promovido pela SMC. Realiza oficinas e shows periódicos domingos na sede do bloco afro AFROSUL ODOMODÊ. Prepara-se para lançar seu primeiro disco.



Mestre Gersy Saraiva - Um dos mais renomados bateristas da atualidade. Com com mais de seis décadas dedicadas   ao estudo deste intrumento. Já tocou com nomes como Luiz Gonzaga, Elis Regina, Pedrinho Mattar, Dizzye Gilespie, além de ter sido mestre reconhecido por nomes como NENÊ, MUTINHO e RICARDO PINOTI. É um dos maiores estudiosos das vertentes rítmicas Afro-Cubanas. Foi laureado com o troféu BATUTA DE OURO ná última edição PercPoa.



AfroSul - Odomodê - Grupo liderado pelo compositor e percussionista PAULO ROMEU que já atuou ao lado de nomes como BEDEU, GILBETO GIL e PAU BRASIL. É responsável pela profissionalização musical de inúmeros jovens em cituação de risco atendidos na ong AFRO SUL . Realizou inúmeras oficinas de percussão  na FASE. Realiza periodicamente o projeto FARRA DE RUA, arrecadando alimentos e agasalhos para comunidade carentes.



Percuteria da Glória - Liderada pelo percussionista LUIZ JAKKA, que já dividiu o palco com BLITZ, MONOBLOCO, DJAVAN, DANI CARLOS e atualmente faz parte do grupo "trezegraus" junto com o guitarrista James Liberato, Aninha Freire e Thiago Colombo. Luiz Jakka também ministra aulas na escola Estação Musical. O grupo destacou rítmos como samba, jazz e salsa, além de ter realizado um verdadeiro carnaval rítmico no encerramento do evento.


  
Mestre Paraqueda - Lendário compositor e percussionista da escola de samba "SAMBA PURO" do Morro da Conceição  mais conhecido como "Maria Degolada".
Realiza projetos sociais no bairro Itapuã, onde reside. Mestre Paraqueda é também pintor e escultor e terá suas obras expostas no saguão do teatro no dia do evento. Foi agraciado com o troféu BATUTA DE OURO na última edição do PERC POA.



Batacla FC - Uma das bandas mais inovadoras na música contemporânea, trazendo Sandro Gravador, tocador de "sopapo" um dos mestres de bateria mais considerados do sul, Prêmio Açorianos de melhor instrumentista. Possuem inúmeros cds um deles: "Assim Falou Bataclan" que obteve amplo destaque, banda que sempre contribuiu na divulgação dos tambores sulistas.

Iara Deodoro - Obteve o prêmio de Destaque Cultural a 37 anos comanda a Instituição Ponto de Cultura AfroSul/Odomode com amplo destaque no cenário Cultural e Social de Porto Alegre. 

 
Elojac (Maria Bonita) idealizador do evento.